Foto Everson Bressan/SMCS

Semáforos para pessoas com mobilidade reduzida

O sistema de semáforos está sendo instalado pela Prefeitura de Curitiba em 31 cruzamentos da cidade.

O mesmo está sendo implantado em espaços estratégicos, onde foram observados maiores riscos de acidentes para as pessoas que tem sua mobilidade reduzida, como ruas próximas a unidades de saúde, hospitais e terminais de ônibus.

Esse sistema funciona através de uma botoeira especial acoplada ao semáforo, que é acionada pelos cartões de isento habilitado da Urbanização de Curitiba (Urbs) beneficiando assim, 160 mil idosos, 13,2 mil pessoas com deficiência e 6,2 mil aposentados por invalidez.

Identificando o cartão, o semáforo abre por mais alguns segundos além do programado, permitindo uma travessia mais segura dos pedestres. O tempo de abertura é até 50% maior do que o tempo de um sinal normal em Curitiba – como é o caso do semáforo do Hospital do Idoso, cujo tempo aberto passa de 12 segundos para 18 segundos com a utilização do cartão.

A aposentada Cornélia Selenko, de 74 anos, aprovou a novidade. “Esse equipamento vai ajudar bastante as nossas travessias aqui na região. Antes, o tempo era muito curto para atravessarmos. Tem dia em que estamos com dor nas pernas e demoramos mais para passar. Muitos carros avançavam e éramos obrigados a dar uma corridinha, era muito complicado. Agora, vou usar sempre este semáforo com meu cartão do idoso”, diz.

“A gente fica um pouco mais lenta com a idade, anda com mais dificuldade, por isso esta é uma iniciativa muito boa da Prefeitura, vai nos ajudar bastante”, concorda a também aposentada Climair Andrade, de 69 anos.

 

Fonte

Natália Belém

Uma simples garota com alma internacional que ama escrever e estuda Publicidade e Propaganda.