harriet-tubman

Ex-escrava é eleita para representar mulheres em nota de US$ 20

A ex-escrava e abolicionista Harriet Tubman foi a escolhida por mais de 600 mil pessoas em votação organizada pelo grupo Women on 20s (W20) para ser a personalidade feminina a ilustrar a nota de US$ 20 no lugar do sétimo presidente dos Estados Unidos, Andrew Jackson.

Nascida escrava, Harriet Tubman (1822-1913) ganhou a liberdade ao fugir para o Norte do país e, depois, ajudou negros, sendo notoriamente conhecida por seu papel abolicionista.
Sua escolha representa justamente o oposto de Jackson, que era dono de fazendas e escravos em Nashville. Ele também é criticado por ter apoiado o ato de remoção dos índios, em 1830, que forçou a retirada de tribos nativas de parte dos EUA, causando a morte de milhares deles por doenças e fome durante migração forçada.

A campanha surgiu pela falta de mulheres entre os rostos masculinos, em sua maioria brancos, que estampam as notas de dólar americano. Das 12 notas existentes — incluindo as que não estão mais em circulação ou são impressas — nove têm imagens de ex-presidentes e duas estampam os rostos de secretários do Tesouro.

Para estampar uma nota de dólar, é preciso estar morto há ao menos dois anos. Deve-se ser reconhecido pelo público em geral.

Via

Gabrielly Argolo

Quase publicitária que escreve pra entender o mundo e a si mesma. Acredita piamente no melhor das pessoas. Voz de sentimentos implícitos.